terça-feira, 16.setembro.2014



Sociedade Paulista de Medicina do Trabalho


Sociedade Brasileira da Coluna

 

 

Fisioterapia na estenose do canal medular

 

O envelhecimento da coluna lombar é um processo fisiológico resultante de alterações degenerativas e que podem gerar estenose degenerativa do canal raquídeo lombar
A claudicação neurogênica e a ciatalgia resultante de compressão da raiz nervosa em pacientes idosos podem causar impotência funcional e inabilidade nas atividades da vida diária, exigindo tratamento especializado mesmo em pacientes idosos. Há controvérsia na literatura quanto ao melhor método, abordagem e resultados no tratamento da estenose da coluna lombar nesta população de pacientes que apresentam com freqüência comorbidades resultantes da insuficiência de outros sistemas.
Muitos estudos têm enfatizado a morbidade associada ao tratamento cirúrgico da estenose lombar em idosos, e outros têm recomendado tratamento não cirúrgico (conservador, fisioterapico) da estenose da coluna lombar em idosos. Em um estudo investigando a evolução natural da estenose lombar não houve piora da claudicação espinhal (neurogênica) após quatro anos de observação, e portanto sugere o tratamento conservador e a observação como alternativa ao tratamento cirúrgico. Autores que estudaram
os resultados em longo prazo da laminectomia descompressiva para estenose lombar degenerativa e observaram que entre os fatores associados, os com resultados ruins foram aqueles com enfermidades coexistentes como cardiopatia, doença pulmonar crônica, artrite reumatóide e osteoartrite. Em outro estudo, conclui-se que pacientes com comorbidades severas ficam significativamente menos satisfeitos com os resultados da cirurgia para estenose degenerativa da coluna lombar.. Outros autores têm notado
que a artrodese em múltiplos níveis na presença de osso osteoporótico e idade avançada podem provocar uma morbidade operatória aumentada.
Contrariamente, muitos autores têm recomendado e demonstrado resultados favoráveis após cirurgia para estenose da coluna lombar na população idosa.
C.M Comer e uma equipe de fisioterapeutas ingleses fizeram com 54 serviços de tratamento de síndromes músculo esqueléticas, uma avaliação da conduta da claudicação neurogênica associada com estenose vertebral lombar claudicação neurogênica (NC) é a síndrome clínica comumente associada com estenose vertebral lombar (LSS). Manejo não-cirúrgico é recomendado como tratamento inicial, mas pouco se sabe sobre a prática atual no que respeita à avaliação e condutas nestes pacientes no cenário não-cirúrgico. Cinqüenta dos 54 questionários preenchidos. os inquiridos (48:96%) relataram o uso rotineiro de tratamentos de fisioterapia. Em particular, aconselhamento e educação-Escola de Postura (49:98%), juntamente com um programa de exercício (47:94%) incorporando-se exercícios de flexão (41:82%) músculos do tronco e exercícios de estabilização (35:70%) foram os mais citados.
BMC Musculoskelet Disord. 2009 Oct 1; 10 (1): 121.

 

Fonte ::

 



 

E-mail
Senha
concepção e desenvolvimento :: WX7 Solutions